Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como usar a sua voz para compartilhar as suas ideias?

Como usar a sua voz para compartilhar as suas ideias?

12/09/2021 Mônica Schimenes

Você já se perguntou quantas palavras fala diariamente?

Por incrível que pareça, uma pesquisa realizada, em 2006, pelo psicólogo Campbell Leaper, da Universidade da Califórnia (EUA), mostrou que as mulheres falam, em média, 20 mil palavras por dia, frente às 7 mil pronunciadas pelos homens.

E como mulher, empreendedora e que se comunica muito todos os dias, faço uma outra reflexão: como você está utilizando a sua voz para compartilhar as suas ideias?

Para que a sua mensagem seja entregue e compreendida com sucesso pelo seu principal público-alvo, é primordial que você perceba alguns pontos.

Primeiro, a sua postura emite o melhor som que você pode? Nesse sentido, qual a ideia que você quer compartilhar com as pessoas ao seu redor?

Perceber qual o seu lugar de fala e posição, pode ser uma das chaves para mensurar como e se a sua ideia está sendo compartilhada da melhor forma possível.

Além disso, mais do que transmitir, um passo antes: a importância do conteúdo que você precisa produzir.

Ao identificar para quem falar, pense em como criar e, assim, transformar a sua ideia em algo que realmente seja inovador, atrativo ao outro.

Vivemos na era da tecnologia, do digital. Um momento em que tudo precisa ser muito ágil, "para ontem".

Mas veja bem, ter que fazer algo em ritmo veloz e "para ontem" pode ter pontos negativos também. As falhas de comunicação são os principais erros que uma pessoa pode cometer ao estruturar sua mensagem.

Entenda quais são as principais falhas para uma pessoa, por exemplo, ao assistir seu conteúdo, desligue de você e vá para outro conteúdo completamente diferente.

Se isto está ou estiver acontecendo com você, pense o seguinte: será mesmo que você está falando direito, com a melhor dicção e articulação?

Viver em um cenário pandêmico, em que o mundo corporativo está, dia após dia, incorporando, principalmente, o sistema híbrido de trabalho, praticamente nos obriga a estar presente em uma série de reuniões virtuais diariamente.

Com isso, se você não souber se portar e transmitir sua mensagem, sua ideia, seu pensamento corretamente, tenha a certeza de que não estará cumprindo sua missão.

E não só nesta rotina virtual "insana", mas em todo lugar. Saber se comunicar é algo inerente ao ser humano. Do primeiro choro ao nascer de um bebê até um último suspiro de vida, estamos nos comunicando. O ser humano precisa disso para sobreviver.

Portanto, analise o momento que você está. Simplifique sua mensagem, peça feedbacks e pense como trazer valor às suas ideias.

Pessoas que se manifestam de forma aliada umas às outras, alcançam mais sucesso ao final do processo. Não tenha vergonha de falar. Se exponha, conte para o mundo as suas ideias. Você já sabe o que precisa dizer. Pense nisso.

* Mônica Schimenes é fundadora e CEO da MCM Brand Experience.

Para mais informações sobre comunicação clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: KR2 Comunicação



O que a pandemia nos ensinou sobre fortalecer nossas parcerias

A pandemia da COVID-19 forçou mudanças significativas na operação de muitas empresas.


O barulho em torno do criado-mudo

Se você entrar agora no site da Amazon e escrever (ou digitar) “criado-mudo”, vai aparecer uma resposta automática dizendo que você não deve usar essa expressão porque ela é racista.


Reputação digital: é possível se proteger contra conteúdos negativos

O ano é 2022 e há quem pense que a internet ainda é uma terra sem lei. A verdade é que a sociedade avançou e o mundo virtual também.


Questão de saúde pública, hanseníase ainda é causa de preconceito e discriminação

Desde 2016, o Ministério da Saúde realiza a campanha Janeiro Roxo, de conscientização sobre a hanseníase.


Desafios para o Brasil retomar o rumo

A tragédia brasileira está em cartaz há décadas.


Mortes e lama: até quando, Minas?

Tragédias no Brasil são quase sempre pré-anunciadas. É como se pertencessem e integrassem a política de cotas. Sim, há cotas também para o barro e a lama. Cota para a dor.


Proteção de dados de sucesso

Pessoas certas, processos corretos e tecnologia adequada.


Perspectivas e desafios do varejo em 2022

Como o varejo lida com pessoas, a sua dinâmica é fascinante. A inclusão de novos elementos é constante, tais como o “live commerce” e a “entrega super rápida”.


Geração millenials, distintas facetas

A crise mundial – econômica, social e política – produzida pela transformação sem precedentes da Economia 4.0 coloca, de forma dramática, a questão do emprego para os jovens que ascendem ao mercado de trabalho.


Por que ESG e LGPD são tão importantes para as empresas?

ESG e LGPD ganham cada vez mais espaço no mundo corporativo por definirem novos valores apresentados pelas empresas, que procuram melhor colocação no mercado, mais investimentos e consumidores satisfeitos.


O Paradoxo de Fermi e as pandemias

Em uma descontraída conversa entre amigos, o físico italiano Enrico Fermi (1901-1954) perguntou “Onde está todo mundo?” ao analisarem uma caricatura de revista que retratava alienígenas, em seus discos voadores, roubando o lixo de Nova Iorque.


Novo salário mínimo em 2022 e o impacto para os trabalhadores autônomos

O valor do salário mínimo em 2022 será de R$ 1.212,00.