Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Cuidados na hora de comprar um imóvel de lazer

Cuidados na hora de comprar um imóvel de lazer

27/12/2014 Germano Leardi Neto

Quem não gostaria de ter para onde fugir depois de uma semana estressante no trabalho? Nessas horas, contar com um imóvel de lazer no campo ou na praia é uma mão na roda.

Não precisa fazer reservas com meses de antecedência em pousadas e não há custos com reservas, basta colocar as malas dentro do carro e curtir um fim de semana na sua segunda casa. Com esse imóvel para lazer, as suas férias já têm destino certo. Como estamos no verão, vamos começar falando das casas de praia. Para se ter uma ideia, mais de 2,5 milhões de pessoas se dirigiram ao litoral paulista na temporada 2013/2014, conforme os dados da Operação Verão.

Imagine ter que disputar imóveis de locação temporária ou quartos de hotéis e pousadas com toda essa gente? Por isso, nada melhor do que já contar com o seu próprio espaço. E o mercado imobiliário no litoral paulista está propício para bons investimentos. O estudo do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP) de junho de 2014 mostra que o metro quadrado na Baixada Santista (Guarujá, Praia Grande, Santos e São Vicente) tem se valorizado em todos os tipos de imóveis.

Por exemplo, o valor médio do metro quadrado dos apartamentos de três dormitórios chegou a 5,8 mil reais, crescimento de 8,8% em relação a 2013. As cidades turísticas Guarujá e Praia Grande lançaram, juntas, 8.768 unidades nos últimos três anos. Entre tantas vantagens, adquirir um imóvel de lazer exige uma série de cuidados. Confira quais são eles para que o seu investimento não vire um tiro no pé:

Alugue antes de comprar - Nada melhor do que conhecer o que vai ser adquirido. Aqui, compensa bastante alugar o imóvel do seu interesse na temporada antes de comprar de uma vez. Só assim é possível observar detalhes importantes que uma simples visita não é capaz de fazer. Aproveite, também, para prestar atenção na qualidade das vias de acesso. Afinal de contas, você pretende curtir vários finais de semana e feriados por lá, não? Portanto, a localização é um dos pré-requisitos para comprar um bom imóvel de lazer. O ideal é procurar imóveis que se possam chegar por boas estradas em uma viagem rápida. Assim, dá para curtir a casa por mais tempo e o investimento terá valido a pena.

Cuidados técnicos do imóvel - Cada imóvel de lazer merece atenções extras. Na praia, os imóveis sofrem com a proximidade com o mar. Com isso, ferragens, portões e canos podem ser corroídos com o tempo. Por isso, verifique a qualidade da construção, se, por exemplo, os encanamentos são de PVC ou de cobre. Nas casas com piscina, confira o rejunte dos azulejos. Eles costumam soltar com o passar do tempo. Já nos imóveis de campo, os cuidados se voltam para a insolação. Aqui, é importante que a temperatura da casa seja sempre maior que a da rua. Nesse sentido, forros térmicos ajudam para que o frio seja menos impactante.

Cuidados com a documentação - Os documentos do imóvel também exigem atenção redobrada. A legislação de cada cidade muda e, como muitas vezes o proprietário não mora no local, só vai em finais de semana e feriados, ele acaba não atualizando a papelada. Nessas horas, a melhor coisa a se fazer é contar com uma imobiliária idônea e profissionais capacitados que possam dar uma assistência jurídica.

Caseiro - A figura do caseiro em casas de temporada já foi mais essencial. Hoje em dia, muitas pessoas preferem contratar prestadores de serviço pontuais, como jardineiros. Agora, se você considera fundamental ter alguém cuidando da sua casa de lazer no dia a dia, contrate um caseiro com referências confiáveis. E é importante saber que esses profissionais têm os mesmos direitos das empregadas domésticas.

De olho na conta bancária - Como você pode ver, imóveis de lazer não são nada baratos. Portanto, antes de concretizar a compra de um, analise com bastante critério a sua situação financeira e a sua segurança no emprego. Pese os custos com o seu descanso e boa sorte!

*Germano Leardi Neto é diretor de relações institucionais da franqueadora imobiliária Paulo Roberto Leardi.



Análise de dados e a saúde dos colaboradores nas empresas

Como a análise de dados está ajudando empresas a melhorar a saúde dos colaboradores.


16 senadores suplentes, sem votos, gozam das benesses no Senado

Quando o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pretende colocar em votação Emenda Constitucional para acabar com a figura de SENADOR SUPLENTE?


Há tempos são os jovens que adoecem

Há alguns anos o Netflix lançou uma série chamada “Thirteen Reasons Why”, ou, em tradução livre, “As Treze Razões”.


Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.