Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Fazer mais com menos

Fazer mais com menos

09/05/2018 Silvio Montilha

Modismo ou nosso verdadeiro legado para o futuro?

Dispor de um Certificado Leed devidamente enquadrado e exposto na parede da recepção de sua empresa, independente do ramo de atuação em que ela se encontra, é uma demonstração de que sua companhia está disposta a encarar uma grande e desafiadora jornada para as próximas décadas.

Isso, principalmente para toda e qualquer instituição cujo core business não está enquadrado como um grande fornecedor ou consumidor de recursos naturais.

Se inicialmente podemos ter a falsa impressão de que estamos fazendo muito pouco quando aplicamos medidas sustentáveis por meio de soluções voltadas à eficiência energética, redução do consumo de água, gestão de materiais e resíduos, entenda que, na verdade, se trata de um movimento cujos resultados serão alcançados de forma mais rápida, inteligente e eficaz, quando cada um de nós estivermos comprometidos.

É preciso ter a consciência de economizar no presente, para que possamos continuar usufruindo de nossos recursos naturais no futuro e o segredo para isso está em criar um efeito multiplicador, mesmo que uma atitude isolada pareça uma fração insignificante se comparado com a complexidade deste desafio.

Seguindo esse raciocínio, quero destacar algumas ações que possibilitam o aumento da eficiência energética e a redução do consumo de energia no ambiente de TI – já que vivemos em um mundo cada vez mais conectado e onde os investimentos em grandes Data Centers são uma constante.

Softwares de gestão de infraestrutura para Data Centers

Contar com um software de gestão em seu Data Center permite que os dados coletados na camada de dispositivos de sua infraestrutura sejam transformados em informação útil, com análises que melhoram o processo de tomada de decisões. Essa forma de gestão possibilita uma arquitetura constituída por três etapas simples e objetivas que visam:

Etapa 1 - Coleta de dados para obter um panorama das condições de operação, medindo o consumo atual de energia do DC.

Etapa 2 - Trata-se da fase de implantação da solução voltada para a eficiência energética, na qual dados são transformados em informação útil para uma eficiente tomada de decisão.

Etapa 3 - É o estágio de apuração dos resultados, em que se mede novamente o consumo de energia, após a implementação da solução que indica o ganho real obtido.

Soluções de climatização de precisão

Diferente das demais aplicações e segmentos de mercado, em ambientes de TI, os sistemas de climatização são desenvolvidos para operar com precisão, em uma escala 24h x 7.

Esse tipo de solução aproveita a temperatura ambiente do local em que o Data Center está instalado, transformando-a em ar refrigerado, coletam informações de temperatura e umidade, e geram um mapeamento térmico de influência no ambiente, que controla automaticamente a capacidade de operação com a qual cada uma das unidades de climatização devem trabalhar.

Assim, é possível direcionar a refrigeração para os locais que mais precisam de resfriamento – o que impacta consideravelmente a redução do consumo de energia.

UPS


Em relação ao uso de UPS (ou Nobreaks), analise detalhadamente a eficiência da solução. É comum em aplicações de grande porte, na qual utilizam potências superiores a 5MW, que o projeto tenha redundância, aumentando a disponibilidade, em caso de eventuais falhas.

Um exemplo clássico disso é a instalação na configuração paralelo/redundante. Neste caso, automaticamente a carga é dividida entre dois UPSs de mesma potência, que passarão a operar com no máximo 50% de sua capacidade individual.

Sendo assim, não deixe de verificar a curva de eficiência x nível de carga, para garantir que tenha economia no consumo elétrico. Você constatará que existe muito espaço na busca de eficiência de seu Data Center, que opera 24hx7, durante os 365 dias do ano, consumindo energia por cerca de 15 a 20 anos (tempo estimado da vida útil).

Estamos em um mundo movido pela disponibilidade e digitalização, mas ao mesmo tempo repleto de contrastes. Quando se pensa em direitos básicos como o acesso à energia, por exemplo, ainda hoje, cerca de 1,3 bilhões de pessoas vivem sem esse recurso, como aponta a IEA (International Energy Agency).

E se você está se perguntando como contribuir para que esse tipo de cenário seja revertido, a resposta está na sustentabilidade. Optar por um modelo de negócio sustentável não é apenas um modismo, é o caminho para que as futuras gerações e também as atuais possam viver em um mundo melhor.

* Silvio Montilha é gerente comercial de Soluções para Data Center na Schneider Electric.

Fonte: Comunique-se



50 Anos de Internet e o mundo se comunica cada vez menos

Neste ano de 2019, a internet fará 50 anos.


Woody Allen e Dylan Farrow

A possível síndrome de falsas memórias.


A CPMF e a saída do seu autor

A CPMF foi mal porque, em vez de substituir outros impostos, constituiu-se em mais um.


CPMF: o que foi e como poderá ressurgir na reforma tributária

O Imposto sobre Transações Financeiras (ITF) poderá ser a recriação antiga CPMF.


O Brasil e a agropecuária sustentável

A pecuária brasileira tem se pautado ao longo dos anos pela sustentabilidade em toda cadeia produtiva e pela qualidade e segurança dos alimentos.


“Tô de férias, cadeia é férias pra mim”

É uma vergonha que delinquentes ainda venham desdenhar do sistema carcerário e das autoridades penais.


Locações de curta temporada em aplicativos

Saiba os direitos e deveres da propriedade imobiliária.


O Século das Cidades

“Não somos melhores, nem piores, somos iguais… melhor mesmo é a nossa causa…” (Thiago Mello)


Hollywood e o mundo real

Uma abordagem psiquiátrica do filme Gente como a Gente.


A liderança feminina e seus potenciais

Companhias que possuem, pelo menos, uma mulher em seu time de executivos são mais lucrativas.


A bolsa brasileira é a bola da vez

O ano de 2019 tem sido de recordes para o investidor brasileiro.


Dia do Profissional de Educação Física

No dia 1º de setembro é comemorado o dia do profissional que promove a saúde e a qualidade de vida da população, o profissional de educação física.