Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Lucros sem escrúpulos

Lucros sem escrúpulos

26/11/2020 Francisco Arid

Em discurso recente, o presidente Bolsonaro ameaçou divulgar quais países compram do Brasil madeira extraída ilegalmente.

A participação de empresas estrangeiras nesse tipo de negócio infelizmente já é notória, mas vale lembrar que tais ações são facilitadas por órgãos públicos federais – ao apontar o dedo para os países compradores, Bolsonaro acaba incriminando também o seu próprio governo.

Em um contexto de graves danos ambientais e violações de direitos humanos, é necessário que se criem leis de responsabilidade sobre as cadeias globais de produção.

Parte dos lucros de empresas multinacionais advém de uma estratégia de externalização de custos: enquanto algumas pessoas em algumas regiões do mundo colhem os frutos da economia global, outras pessoas de outras regiões arcam com os danos sociais e ambientais daí decorrentes.

Muitos dos produtos que consumimos têm origem em trabalho infantil, desmatamento, semiescravidão... Por isso, as empresas deveriam fiscalizar a totalidade de suas cadeias de produção e responsabilizar-se judicialmente por elas, inclusive em etapas realizadas em outros países e/ou por empresas parceiras.

A importância de leis do tipo, que já existem em outros países (na França, a “Loi sur le devoir de vigilance” foi aprovada em 2017), se mostra no caso da madeira ilegal, por exemplo: o Ibama só flexibilizou as regras de certificação porque há compradores internacionais que exigem uma comprovação de que a madeira negociada tem origem legal.

É exatamente por isso que uma lei assim é necessária também no Brasil, para coibir empresas brasileiras e órgãos públicos como o Ibama de participarem desse modelo de exploração econômica predatório e destruidor.

Além disso, não é só no Brasil que ocorrem danos sociais e ambientais; empresas brasileiras também externalizam custos para outros países.

Sendo assim, resolver esse problema global depende de um esforço internacional para a aprovação de mecanismos de controle e responsabilização mais eficientes.

Talvez, dessa forma, consigamos estabelecer um modelo econômico mais justo, sustentável e seguro no mundo todo.

* Francisco Arid é estudante de Ciência Política na Universidade de Marburg, na Alemanha, e articulista da Saíra Editorial.

Fonte: LC Agência de Comunicação



Cada um no seu quadrado e todos produzindo…

Muito oportunas as observações do Prof. Ary Oswaldo Mattos Filho, de que em vez dos simples projetos que visam reforçar o caixa da União – como a alteração no Imposto de Renda ora em tramitação pelo Congresso – o país carece de uma verdadeira reforma tributária onde fiquem bem definidos os direitos e obrigações da União, Estados e Municípios.


Você já respirou hoje?

Diagnóstico e tratamento corretos salvam vidas na fibrose cística.


Jogos para enfrentar a crise

O mundo do trabalho nunca mais será o mesmo.


O trabalho de alta performance no Hipismo

O que os atletas precisam para o desempenho perfeito em uma competição? Além do treinamento e esforços diários, eles precisam estar em perfeita sintonia com o corpo e a mente.


Bons médicos vêm do berço

Faz décadas assistimos a abertura desenfreada de novas escolas médicas, sem condição de oferecer formação minimamente digna e honesta.


Wellness tech e a importância da saúde mental dentro das organizações

A pandemia de covid-19 impactou a vida de todos nós, pessoal e profissionalmente.


Manifestações do TDAH

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade em adultos e crianças.


Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.