Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Manufatura avançada para potencializar os ganhos

Manufatura avançada para potencializar os ganhos

08/09/2017 Max Zatta

Já existem tecnologias que podem ser um início ao projeto de modernização do parque fabril.

Se por um lado os times de engenharia têm cada vez mais a missão de reinventar e reconectar os processos produtivos, a fim de torná-los mais competitivos; por outro lado, existem parques fabris instalados, que possuem histórias de sucesso e que precisam de um caminho para chegar a esta competitividade.

Para serem competitivas neste mercado globalizado, as empresas ainda precisam lidar com margens cada vez mais apertadas. Desperdícios já não são mais tolerados. Nesse contexto, é preciso uma análise cuidadosa sobre quais processos as fábricas devem priorizar e quais podem esperar quando se trata de manufatura 4.0.

Já existem tecnologias nas prateleiras como, por exemplo, softwares de integração entre máquinas e equipamentos e ERPs (MES), softwares para análise de big data e robôs para os mais variados fins, que podem ser um início saudável ao projeto de modernização do parque fabril na direção da manufatura avançada.

Mas não está só nas mãos da indústria a responsabilidade de acelerar o processo de modernização das fábricas. Três pontos são cruciais para acelerar a manufatura avançada no Brasil: a formação de recursos humanos para trabalhar com essa combinação das tecnologias, o desenvolvimento de infraestrutura de TI para suportar redes de alta velocidade, protocolos de conversação entre equipamentos e redes físicas de conexão e o incentivo do governo para alavancar o uso das tecnologias.

Mesmo empresas consolidadas, que dispõem de linhas modernas e antigas de produção, possuem potencial de alcançar outro patamar de desenvolvimento e obter melhores performances de fábrica.

Esses e outros assuntos serão discutidos no 9º Simpósio SAE BRASIL de Manufatura, dia 13 de setembro, no Hotel Intercity Premium, em Caxias do Sul, RS.

* Max Zatta é gerente executivo de Operações da Randon Autopeças e chairperson do 9º Simpósio SAE BRASIL de Manufatura.



Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.


Sociedade civil e a defesa da democracia

As últimas aparições e discursos do presidente da República vêm provocando uma nova onda de empresários, instituições e figuras públicas em defesa da democracia e do sistema eleitoral no Brasil.


Para além do juramento de Hipócrates: a ética na prática médica

“Passarei a minha vida e praticarei a minha arte pura e santamente. Em quantas casas entrar, fá-lo-ei só para a utilidade dos doentes, abstendo-me de todo o mal voluntário e de toda voluntária maleficência e de qualquer outra ação corruptora, tanto em relação a mulheres quanto a jovens.” (Juramento de Hipócrates).


O sentido da educação

A educação requer uma formação pessoal, capaz de fazer cada ser humano estar aberto à vida, procurando compreender o seu significado, especialmente na relação com o próximo.