Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Quem tem medo de sair de férias?

Quem tem medo de sair de férias?

11/12/2015 Jaques Grinberg Costa

O mês de dezembro chegou e muitos profissionais aproveitam para descansar junto aos familiares e filhos.

As férias são consideradas um dos momentos mais esperados no ano, mas, que ao mesmo tempo traz medo e insegurança.

Grande parte dos profissionais brasileiros têm medo de sair de férias e os motivos são diversos, como:

- Alguém pode assumir o seu lugar no trabalho.

- O chefe pode encontrar falhas no trabalho por causa da ausência.

- Despesas extras com passeios, viagens e compras podem prejudicar o orçamento.

- Pendencias no trabalho que não foi possível ser concluir até o início das férias.

- Para alguns, mais tempo com os familiares e amigos pode gerar conflitos desnecessários e desagradáveis.

- E com a crise e falta de dinheiro, sair de férias para ficar em casa.

Talvez por causa dos medos citados acima, os brasileiros estão em segundo lugar no ranking dos países cujos viajantes de férias são os mais conectados ao trabalho.

Em primeiro lugar está a China. A tecnologia é o principal motivo, com um smartphone mesmo nas férias é fácil acompanhar os e-mails e informações da empresa e clientes.

O que era para ser um descanso pode transformar-se um pesadelo. Imagine sair de férias, cansado e querendo descansar.

No segundo dia em casa você recebe uma mensagem no celular dizendo que o chefe fez um comentário ao seu respeito, mas não dizem qual e nem sobre o que.

A primeira coisa que irá pensar é a possibilidade de perder o emprego quando retornar. Qual será a qualidade das duas férias? As férias são um direito dos funcionários brasileiros e obrigatórias de acordo com a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) e tem no máximo 30 e no mínimo 20 dias.

O período de gozo das férias é determinado pelo empregador, mas geralmente é feito acordo entre empregado e empregador. Se as férias são, um direito e obrigatórias, temos que aproveitá-las ao máximo.

Aproveite essas seis dicas para curtir as férias sem estresse:

1. Confie em você, no seu potencial como profissional. Se durante o ano você fez o seu trabalho, foi pró-ativo e cumpriu as metas, não precisa preocupar-se.

2. As férias devem ser planejadas, principalmente as despesas financeiras. As viagens costumam ser mais baratas quando compradas com antecedência. Faça viagens dentro das suas condições, se o sonho estiver muito mais alto, comece a economizar agora para realiza-lo nas próximas férias.

3. Você irá receber um adiantamento e um acréscimo de 1/3 do seu salário. O adiantamento deve ser guardado, ele será descontado no seu próximo salário.

4. Você já sabe quando irá sair de férias, com uma certa antecedência. Faça um planejamento e não deixe pendências. Sabe aquele documento ou job pendente, finalize-o. O que depender de terceiros avise os envolvidos no projeto que você estará ausente por um tempo e que a sua parte já está finalizada.

5. Aproveite as férias ao lado de pessoas que você gosta e consegue conviver. É um momento para descansar e sem conflitos. Escolher as companhias, faz parte do planejamento de férias.

6. A falta de planejamento é muitas vezes o vilão das férias. Pense nas férias como um job profissional e aproveite para descansar. Quando retornar, terá muito trabalho!

* Jaques Grinberg Costa é empresário, coach e palestrante, trabalha com os temas de empreendedorismo, vendas, liderança, atendimento e fidelização de clientes.



Bolsa vs Startups. Porque não os dois?

Vivemos um momento de grandes inovações e com os investimentos não é diferente.


Os pecados capitais da liderança

“Manda quem pode, obedece quem tem juízo.”


“Pensar Global, Agir local”: O poder do consumo consciente

A expressão “Pensar Global e Agir local” já é lema em muitas esferas de discussões políticas, econômicas, sobre sustentabilidade e solidariedade.


Vencido o primeiro desafio da LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) regulamenta o tratamento de dados de pessoas físicas nas suas mais variadas aplicações e ambientes.


Telemedicina, fortalecimento do SUS e um primeiro balanço da pandemia

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, alertou Camões. Todo o mundo é feito de mudanças.


Médico: uma profissão de risco

Estudar medicina é o sonho de muito estudantes, desde o cursinho o futuro médico se dedica a estudar para conseguir entrar no super concorrido curso de medicina.


Como a quarentena provocou o êxodo urbano para cidades que oferecem mais qualidade de vida

A pandemia e as medidas de isolamento social fizeram com que as pessoas precisassem adaptar a rotina de trabalho, estudos, lazer e até de saúde, trazendo estas atividades para dentro de casa.


A era do fogo chegou

Pantanal, um dos biomas com maior biodiversidade do mundo, já teve 16% de todo território queimando.


Autoconhecimento: uma regra de ouro da vida

Há quem os critique, há quem os ame; eles já me resgataram do fundo poço e lhes sou grata: os livros de autoajuda.


Você tem curso universitário?

Naquela macia manhã de domingo, fui com meu pai, à missa, na igreja de Santíssima Trindade.


Voto é interesse. Não é direito, nem dever…

A partir desta quarta-feira (16), os mais de 5600 municípios brasileiros já conhecem os homens e mulheres que pretendem governá-los ou ser vereadores entre 01/01/2021 e 31/12/2025.


7 tendências em Analytics que estão mudando a área financeira

Segundo a consultoria McKinsey, mais de 90% dos 50 principais bancos do mundo utilizam, de forma avançada, a tecnologia de análise de dados, também conhecida como Analytics.