Novo limite do lucro presumido deve aumentar competitividade

O novo limite de receita bruta para a opção pelo Lucro Presumido, conforme recente alteração legal, veio ao encontro dos anseios de médias e grandes empresas.


Autor: Franciny Moizéis da Silva

21/05/2013 - 18:00

A partir de janeiro de 2014, o teto de faturamento anual para opção ao regime passará de R$ 48 milhões para R$ 78 milhões, o que minimiza em parte os impactos inflacionários ocorridos desde a fixação original desses limites. Dados da Receita em 2011 indicaram a existência de 1,1 milhão de empresas sendo tributadas pelo lucro presumido.

Com esse novo limite, o número de empresas que deverão optar por tal regime de tributação deverá aumentar consideravelmente. A alteração do texto legal traz um novo estímulo à competitividade das empresas de pequeno e médio porte, embora ainda não suficiente para cobrir toda a inflação dos últimos anos.

A divulgação desse novo limite deve induzir a migração para o lucro presumido de um grande número de contribuintes, e muitos deles antes mesmo de fazer um planejamento tributário adequado para a sua empresa. Nem sempre, entretanto, esta é a opção mais vantajosa.

Assim, para optar de forma segura relo regime de tributação menos oneroso para a empresa, fazer uso de profissionais especializados para elaborar um bom planejamento tributário pode funcionar como ferramenta essencial no ganho de competitividade no atual mercado dos negócios.

*Franciny Moizéis da Silva é contadora da Pactum Consultoria Empresarial.




A tecnologia como remédio para a saúde pública

Cerca de 1,4 milhão de pessoas deixaram os planos de saúde em 2016 no Brasil.


Agricultura familiar, um estímulo à economia brasileira

O agronegócio está entre as principais atividades responsáveis por movimentar a economia brasileira.


Big Data para auxiliar na tomada de decisão

Como começar a utilizar o big data para a tomada de decisões estratégicas.


Três tecnologias que vão revolucionar o e-commerce

Chatbots, deep learning e aplicativos progressivos para a web prometem mudar a forma como as marcas vendem online.


Direitos Humanos ou “dos manos”?

Será que a vida de um criminoso é mais importante do que a de um cidadão de bem ou a de um policial?


O avanço da febre amarela e dos crimes ambientais

Todos precisam ficar atentos à questão, pois não se trata de um problema isolado.


O normal virou gordo e o desnutrido virou normal

A ditadura da beleza e como ela estraga a alimentação das pessoas.


A adesão ao PDV e os riscos para o trabalhador

Nos últimos meses uma série de empresas e estatais estão implementando programas de demissão voluntária.


E agora? O que faço?

Estávamos projetando crescimento em cima de uma perspectiva irrealista.


Como sobreviver ao estágio

Conquistar o primeiro estágio – e se manter nele - parece mais difícil que passar no vestibular.



...




...