Novo limite do lucro presumido deve aumentar competitividade

O novo limite de receita bruta para a opção pelo Lucro Presumido, conforme recente alteração legal, veio ao encontro dos anseios de médias e grandes empresas.


Autor: Franciny Moizéis da Silva

21/05/2013 - 18:00

A partir de janeiro de 2014, o teto de faturamento anual para opção ao regime passará de R$ 48 milhões para R$ 78 milhões, o que minimiza em parte os impactos inflacionários ocorridos desde a fixação original desses limites. Dados da Receita em 2011 indicaram a existência de 1,1 milhão de empresas sendo tributadas pelo lucro presumido.

Com esse novo limite, o número de empresas que deverão optar por tal regime de tributação deverá aumentar consideravelmente. A alteração do texto legal traz um novo estímulo à competitividade das empresas de pequeno e médio porte, embora ainda não suficiente para cobrir toda a inflação dos últimos anos.

A divulgação desse novo limite deve induzir a migração para o lucro presumido de um grande número de contribuintes, e muitos deles antes mesmo de fazer um planejamento tributário adequado para a sua empresa. Nem sempre, entretanto, esta é a opção mais vantajosa.

Assim, para optar de forma segura relo regime de tributação menos oneroso para a empresa, fazer uso de profissionais especializados para elaborar um bom planejamento tributário pode funcionar como ferramenta essencial no ganho de competitividade no atual mercado dos negócios.

*Franciny Moizéis da Silva é contadora da Pactum Consultoria Empresarial.

PT aposta no racionamento de água em São Paulo

A mudança bate à porta

Filho único... e feliz

Candidatos não debatem o turismo como indutor do crescimento

Aécio é capaz de vencer Dilma


Jornal O Debate

Emprego em Portugal

Emprego nos Estados Unidos

Siga O Debate pelo Twitter
Curta-nos pelo Facebook

    Vídeo mostra volta pela Terra em menos de 1 minuto



Copyright © 2014 Todos os direitos reservados