Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A auditoria do futuro

A auditoria do futuro

07/06/2021 Márcio Santos e Alessandro Sato

Conectada às inovações proporcionadas pela tecnologia, a profissão do auditor independente vem enfrentando grandes desafios.

Por um lado, os clientes pedem uma auditoria de maior valor agregado e, por outro, o regulador naturalmente demanda cada vez mais confiabilidade e alto grau de precisão das informações auditadas.

Tudo isso ocorre em um mundo em que a velocidade das transformações digitais e a inovação esbarram em um segmento altamente regulado e complexo em diversas vertentes de negócios.

Nesse cenário de evolução tecnológica constante, os processos de análise de dados têm sido desenvolvidos e aprimorados na auditoria para substituir os procedimentos que eram executados em formato de amostragem com grande volume de documentos para serem verificados.

Com o uso desse recurso, o processamento massivo de informações estruturadas é feito em segundos. Dessa forma, todas as exceções são identificadas nas operações, aumentando o nível de precisão e melhorando o foco da auditoria nos riscos específicos dos clientes.

Com base nos resultados obtidos, as empresas de auditoria passam a ter uma visão mais clara das tendências em segmentos de diversos negócios.

Se, por um lado, as tecnologias de análises massivas de dados estruturados ajudam a processar e entender as tendências e expectativas para certos tipos de operações, por outro, o uso da inteligência artificial permite a análise de dados que não são estruturados.

Quando há informações para serem analisadas que não podem ser previstas por um algoritmo de predição padrão, a inteligência artificial entra em cena.

A auditoria tem utilizado esta tecnologia pera leitura e interpretação de contratos jurídicos, debêntures, atas de reuniões, normas de contabilidade, demonstrações financeiras e para tomadas de decisão na aplicação de normas e regulamentos.

Os benefícios são muitos, mas requerem alto grau de investimento e manutenção dessas ferramentas que precisam ser monitoradas quanto à assertividade e à confiabilidade.

Como um consolidador das atividades de análise de dados e de inteligência artificial, o processo com o uso de automação robótica (Robotic Process Automation) e análise de dados (data & analytics) tem como propósito principal a escalabilidade.

Tais recursos têm sido ferramentas-chave na automação de procedimentos de auditoria, podendo auxiliar em recálculos simples e em análises mais sofisticadas, como expectativas e projeções de faturamento de um negócio, cálculos de perda na realização de ativos, processo de confirmação eletrônica de saldos.

O uso dessas tecnologias indica um caminho para se redesenhar a forma como a auditoria é vista atualmente, com a intervenção mínima do ser humano, garantindo ao auditor o foco principal no processo de conclusão e julgamentos relevantes.

Outro tipo de ferramenta que tem colaborado para o desenvolvimento da profissão do auditor tem sido os drones.

Na auditoria, eles são utilizados em algumas frentes, considerando o propósito esperado e o objetivo a ser coberto. Os processos de inventário físico, inspeções e medições são os mais beneficiados pelo uso dessa tecnologia.

Na agricultura, auxiliam na medição de pastagens e áreas de plantio, na contagem do rebanho e na inspeção geral da propriedade.

Eles também são eficientes para vistorias de linhas de transmissão e distribuição de energia elétrica, inspeções e medições de minas, plataformas de petróleo e usinas.

Em suma, visando atender os reguladores e criar valor ao trabalho prestado, as firmas de auditoria têm se redesenhado na busca por inovação para entregar projetos dentro dos padrões de confiabilidade requeridos pelas normas e ainda criar um diferencial para os clientes.

Em tempos em que as mudanças tecnológicas e a inovação são quase uma obrigação, é nítido que essas empresas já não são mais as mesmas de alguns anos atrás.

Elas têm focado em desenvolver ferramentas e soluções que agregam alta tecnologia, buscando consistência e qualidade na entrega dos produtos.

Provavelmente, veremos mudanças ainda mais relevantes nessa atividade nos próximos anos. Os benefícios são muitos, mas requerem alto investimento e constante atualização tecnológica e de novas ideias.

* Márcio Santos e Alessandro Sato são sócios de auditoria e inovação da KPMG.

Para mais informações sobre auditoria clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Ricardo Viveiros & Associados - Oficina de Comunicação



Que ingratidão…

Durante o tempo que fui redactor de jornal local, realizei numerosas entrevistas a figuras públicas: industriais, grandes proprietários, políticos, artistas…


Empresa Cooperativa x Empresa Capitalista

A economia solidária movimenta 12 bilhões e a empresa cooperativa gera emprego e riqueza para o país.


O fundo de reserva nos condomínios: como funciona e a forma correta de usar

O fundo de reserva é a mais famosa e tradicional forma de arrecadação extra. Normalmente, consta na convenção o percentual da taxa condominial que deve ser destinado ao fundo.


E se as pedras falassem?

Viver na Terra Santa é tentar diariamente “ouvir” as pedras! Elas “contemplaram” a história e os acontecimentos, são “testemunhas” fiéis, milenares porém silenciosas!


Smart streets: é possível viver a cidade de forma mais inteligente em cada esquina

De acordo com previsões da Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 70% da população mundial viverá em áreas urbanas até 2050.


Quem se lembra dos velhos?

Meu pai, quando se aposentou, os amigos disseram: - " Entrastes, hoje, no grupo da fome…"


Greve dos caminhoneiros: os direitos nem sempre são iguais

No decorrer da sua história como república, o Brasil foi marcado por diversas manifestações a favor da democracia, que buscavam uma realidade mais justa e igualitária.


Como chegou o café ao Brasil

Antes de Cabral desembarcar em Porto Seguro – sabem quem é o décimo sexto neto do navegador?


Fake news, deepfakes e a organização que aprende

Em tempos onde a discussão sobre as fake news chega ao Congresso, é mais que propício reforçar o quanto a informação é fundamental para a sustentabilidade de qualquer empresa.


Superando a dor da perda de quem você ama

A morte é um tema que envolve mistérios, e a vivência do processo de luto é dolorosa. Ela quebra vínculos, deixando vazio, solidão e sentimento de perda.


A onda do tsunami da censura

A onda do tsunami da censura prévia, da vedação, da livre manifestação, contrária à exposição de ideias, imagens, pensamentos, parece agigantar em nosso país. Diz a sabedoria popular que “onde passa um boi passa uma boiada”.


O desserviço do senador ao STF

Como pode um único homem, que nem é chefe de poder, travar indefinidamente a execução de obrigações constitucionais e, com isso, impor dificuldades ao funcionamento de um dos poderes da República?