Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Atualidade de O Mágico de Oz

Atualidade de O Mágico de Oz

07/05/2018 Oscar D'Ambrosio

Dirigido por Victor Fleming, em 1939, "O mágico de Oz" marcou época.

Uma das razões, claro, foi a atuação inesquecível de Judy Garland, mas a principal talvez seja pela maneira como o livro infantil homônimo de L. Frank Baum nos ensina a ser seres humanos melhores e profissionais mais completos, seja qual for a nossa área de atuação.

Se alguém esqueceu do enredo, a sinopse é simples: a garota Dorothy é levada por um tornado de sua casa no Kansas, EUA, para Oz, uma terra fantástica. Ali conhece, entre outros personagens, um Espantalho sem Cérebro, um Homem de Lata sem Coração e um Leão sem Coragem.

E aí está o fascínio! Vivemos uma sociedade em que o Cérebro, o Coração e a Coragem que os personagens vão buscar no Mágico de Oz fazem muita falta. A capacidade de pensar melhor, de amar mais e de ter a bravura de enfrentar problemas em nome dos próprios ideais são essenciais em cada passo que damos.

Como ensina o livro e o filme, esses atributos não precisam ser atribuídos por Mágico algum. Estão dentro de cada um de nós, mas não são poucos aqueles que sabotam nossas tentativas de sermos cada vez mais felizes e aptos a construir um mundo melhor.

De fato, ter Cérebro, Coração e Coragem são ameaças para quem teme o novo e o criativo.

* Oscar D´Ambrosio é mestre em Artes Visuais, doutor em Educação, Arte e História da Cultura e assessor-chefe de Comunicação e Imprensa da Unesp.

Fonte: Oscar Alejandro Fabian D Ambrosio - ACI



A onda do tsunami da censura

A onda do tsunami da censura prévia, da vedação, da livre manifestação, contrária à exposição de ideias, imagens, pensamentos, parece agigantar em nosso país. Diz a sabedoria popular que “onde passa um boi passa uma boiada”.


O desserviço do senador ao STF

Como pode um único homem, que nem é chefe de poder, travar indefinidamente a execução de obrigações constitucionais e, com isso, impor dificuldades ao funcionamento de um dos poderes da República?


Anedotas com pouca graça

Uma anedota, de vez enquanto, cai sempre bem; como o sal serve para temperar a comida, a anedota também adoça a conversa ou o texto.


Cada um no seu quadrado e todos produzindo…

Muito oportunas as observações do Prof. Ary Oswaldo Mattos Filho, de que em vez dos simples projetos que visam reforçar o caixa da União – como a alteração no Imposto de Renda ora em tramitação pelo Congresso – o país carece de uma verdadeira reforma tributária onde fiquem bem definidos os direitos e obrigações da União, Estados e Municípios.


Você já respirou hoje?

Diagnóstico e tratamento corretos salvam vidas na fibrose cística.


Jogos para enfrentar a crise

O mundo do trabalho nunca mais será o mesmo.


O trabalho de alta performance no Hipismo

O que os atletas precisam para o desempenho perfeito em uma competição? Além do treinamento e esforços diários, eles precisam estar em perfeita sintonia com o corpo e a mente.


Bons médicos vêm do berço

Faz décadas assistimos a abertura desenfreada de novas escolas médicas, sem condição de oferecer formação minimamente digna e honesta.


Wellness tech e a importância da saúde mental dentro das organizações

A pandemia de covid-19 impactou a vida de todos nós, pessoal e profissionalmente.


Manifestações do TDAH

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade em adultos e crianças.


Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.