Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Em defesa da educação

Em defesa da educação

13/09/2018 Oscar D'Ambrosio

E não é que a campanha presidencial já começou? E não é que todos falam de educação?

E não é que todos parecem não saber muito bem do que estão falando sobre o assunto? Talvez pudessem assistir, como lição de casa, o filme “Dead Poets Society” (“Sociedade dos Poetas Mortos”, de 1989, dirigido por Peter Weir.

O drama tem como protagonista um professor de poesia (Robin William, em um de seus mais marcantes papeis) em uma escola de jovens regida por valores tradicionais e conservadores alicerçados em quatro pilares: tradição, honra, disciplina e excelência.

O docente não se põe a eles, mas os coloca em uma nova perspectiva. Estimula cada indivíduo a perseguir de maneira incessante a própria paixão, para tonar a própria vida extraordinária.

Isso demanda atingir o equilíbrio entre opor-se ao que se condena e construir o que se de almeja. Henry David Thoreau, Walt Whitman e Byron são alguns dos autores citados nessa procura.

Duas cenas são marcantes. A do professor estimulando os alunos a subirem nas mesas para ver o mundo sob uma nova perspectiva e a explicação do lema da Sociedade, o Carpe Diem, ou seja, "Aproveite o Dia", porque a existência dura pouco e deve ser usufruída intensamente. Será que os candidatos viram o filme?

* Oscar D´Ambrosio é mestre em Artes Visuais e doutor em Educação, Arte e História da Cultura, Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Fonte: Oscar D´Ambrosio



O gestor educacional na era da inovação: lugar da teoria e da prática

Maquiavel em sua obra celebre “O Príncipe” preconiza que para conhecer a natureza do povo é necessário ser príncipe, e para conhecer a natureza dos príncipes é necessário ser do povo.


Desenvolvimento de carreira: cuide sempre de você!

Atuo há mais de vinte anos como headhunter e em projetos de desenvolvimento de lideranças e carreiras com executivos e profissionais especializados.


A ilusão da egolatria: você sabe com quem está falando?

Episódios de pessoas que se julgam superiores e acima da lei, infelizmente têm se tornado comuns na sociedade brasileira.


O rádio, a TV e a “live”

Os brasileiros de média (ou avançada) idade, viveram no tempo em que o rádio era o todo poderoso meio de comunicação.


Tão próximos e tão distantes

Não há dúvidas de que a internet mudou a realidade da maior parte do mundo.


Onde querem colocar o dinheiro da Educação?

No país de bons brasileiros perguntamos: onde querem colocar o dinheiro da Educação?


Um novo normal essencial; um velho normal desejado

Ver sorrisos, estar dentro de abraços, realizar eventos e trazer alegria…


Criptomoedas: O dinheiro do futuro ou o futuro do dinheiro?

Seja qual for futuro dos meios de pagamento, fato é: não podemos desprezar que as criptomoedas mudaram a maneira com que nos relacionamos com o dinheiro.


A polêmica nota de R$200,00

No dia 29 de julho de 2020, foi anunciado pelo Banco Central (BACEN) que, em agosto, será colocada em circulação a nota de R$200,00, que incorporará a imagem do lobo-guará.


Recalibrando sua estratégia de prevenção de fraudes para a nova realidade

Tal qual um automóvel, a detecção de transações criminosas em uma organização deve passar por revisões periódicas para aumentar sua eficiência.


Em tempos de pandemia, gestão de pessoas não é conversa, é ciência

Sou um curioso da gestão de pessoas. Ao longo desses anos como gestor, aprendi muito com os profissionais de recursos humanos com quem tive a honra de trabalhar.


Combatendo a violência contra a mulher

Na pandemia, houve o triste aumento de casos de violência contra a mulher.