Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O câncer nunca espera

O câncer nunca espera

05/10/2020 Jaqueline Chagas

A pandemia de Covid-19 mostrou de maneira clara e sem filtro as inúmeras mazelas da sociedade.

No Brasil, muitos morreram, milhares ficaram doentes e tantos outros perderam seus empregos. Além disso, aqueles que já estavam doentes, ficaram sem poder se tratar adequadamente ou não puderam fazer exames de rotina.

Por exemplo, segundo estimativas da Sociedade Brasileira de Patologia e de Cirurgia Oncológica, ao menos 50 mil brasileiros deixaram de ser diagnosticados com câncer.

Outros tantos pacientes, já com o tumor detectado, precisaram ter seus tratamentos suspensos. Cerca de 70% das cirurgias desse tipo de paciente, tiveram de ser adiadas.

Esses dados são resultantes dos cancelamentos ou remarcações de procedimentos considerados não urgentes, como, por exemplo, consultas e exames.

Além disso, muitas pessoas ficaram com medo de consultar um médio ou buscar um hospital pelo receio da contaminação.

Instituições importantes viram a queda de atendimentos durante o período, como o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp).

Mas será que haverá outras remarcações? Dará tempo de resistir até lá? São questões que quem está com câncer se pergunta o tempo todo. Por exemplo, tive uma consulta que seria em dezembro, mas que foi remarcada.

Ela seria importante, pois determinaria a mudança da hormoterapia, que funciona como uma quimioterapia oral que realizo todo dia, mas que tem tido baixa eficácia. Até quando vou precisar esperar? E outros pacientes na mesma situação, como ficam?

Para piorar a situação de inúmeros pacientes, devido ao medo do contágio do novo coronavírus, há médicos que preferem não tocar em pacientes quando fazem exames nesse período.

Porém, isso é fundamental, já que precisam tocar na mama, na axila e outros pontos para identificar possíveis linfonodos (são gânglios linfáticos, que permitem a possível identificação ou piora da doença).

É preciso ressaltar a séria preocupação com o Covid-19, no entanto, o câncer nunca estará em quarentena. Pelo contrário, a doença nunca espera.

Quem está em acompanhamento, necessitando de exames de rotina para o rastreamento do câncer, que precisa fazer consulta de seis em seis meses, acaba entrando nessa estatística, ora pelas consultas remarcadas ora pelo próprio medo do coronavírus.

Não podemos reclamar o tempo todo da pandemia. Vale ressaltar que muitos problemas do sistema de saúde não são de agora.

O que era deficiente só ficou pior com o aumento do contágio do novo coronavírus. Os pacientes não podem ficar de lado. Como já disse e reforço, o câncer não espera.

* Jaqueline Chagas é contabilista, paciente que luta contra o câncer e fundadora do Grupo Unidas para Sempre, que tem como objetivo dar suporte e apoio ao paciente com câncer e outras patologias.

Fonte: Drumond Assessoria de Comunicação



Anedotas com pouca graça

Uma anedota, de vez enquanto, cai sempre bem; como o sal serve para temperar a comida, a anedota também adoça a conversa ou o texto.


Cada um no seu quadrado e todos produzindo…

Muito oportunas as observações do Prof. Ary Oswaldo Mattos Filho, de que em vez dos simples projetos que visam reforçar o caixa da União – como a alteração no Imposto de Renda ora em tramitação pelo Congresso – o país carece de uma verdadeira reforma tributária onde fiquem bem definidos os direitos e obrigações da União, Estados e Municípios.


Você já respirou hoje?

Diagnóstico e tratamento corretos salvam vidas na fibrose cística.


Jogos para enfrentar a crise

O mundo do trabalho nunca mais será o mesmo.


O trabalho de alta performance no Hipismo

O que os atletas precisam para o desempenho perfeito em uma competição? Além do treinamento e esforços diários, eles precisam estar em perfeita sintonia com o corpo e a mente.


Bons médicos vêm do berço

Faz décadas assistimos a abertura desenfreada de novas escolas médicas, sem condição de oferecer formação minimamente digna e honesta.


Wellness tech e a importância da saúde mental dentro das organizações

A pandemia de covid-19 impactou a vida de todos nós, pessoal e profissionalmente.


Manifestações do TDAH

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade em adultos e crianças.


Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.