Portal O Debate
Grupo WhatsApp


O que é ser assertivo?

O que é ser assertivo?

14/05/2014 Aline Abreu, Caroline Greiner e Natália Araújo

Comportamentos assertivos contribuem para maior sensação de bem-estar e elevam a autoestima e a autoconfiança.

Muito se fala da importância de desenvolvermos comportamentos assertivos no nosso dia-a-dia, mas o que seria assertividade, e qual a sua influência no nosso cotidiano?

Na psicologia comportamental não dizemos que uma pessoa é assertiva ou inassertiva, falamos em comportamentos assertivos. Essa definição retira o rótulo e a caracterização de determinada pessoa como se “ela fosse assim”, “ela nasceu assim” e aumenta o poder de ação que as pessoas tem para desenvolver comportamentos assertivos.

A assertividade, então, pode ser descrita como comportamentos que produzem um desfecho agradável para pessoa ou evitam eventos aversivos, mas sem deixar de considerar como determinado comportamento atingirá o outro. Esse conceito reflete a expressão adequada das necessidade, sentimentos e pensamentos de um individuo, mas sem que esses comportamentos prejudiquem o próximo.

Saber colocar sua opinião, dizer “não”, elogiar as pessoas, aceitar críticas bem como criticar são alguns comportamentos considerados assertivos. No entanto, é importante lembrar que esses comportamentos devem ser funcionais no contexto em que são realizados. Sendo assim, não se deve tomar como máxima a ideia de que em todos os contextos é bom ser assertivo Por exemplo, expressar sua opinião, em muitas situações, é funcional. Porém nem sempre é a melhor opção sermos assertivos o tempo todo com um chefe, ou um desconhecido. O desafio é encontrar quais são os momentos onde a assertividade será a melhor opção de ação.

Saber comportar-se de maneira assertiva produz vários sentimentos positivos, como sensação de bem-estar, autoconfiança, autoestima, responsabilidade consigo mesmo e com o outro. Nesse sentido, pessoas que possuem ahabilidadede agir de forma assertiva costumam resolver problemas com maior facilidade, sentir-se a vontade com os outros e consigo mesmas e satisfeitas com a vida.

Portanto, é possível exercitar em pequenas coisas do seu dia-a-dia comportamentos mais assertivos. Expresse o que você pensa e o que você sente, escute a opinião dos outros, saiba elogiar e escutar criticas, saiba dizer “sim” e dizer “não”, reconheça seus próprios erros e acertos e saiba pedir ajuda quando precisar.

* Psicólogas da Link Psicologia



O Brasil, a logística e os “voos de galinha”

Parcerias público-privadas, com base no tripé da sustentabilidade podem proporcionar excelentes projetos para a logística no Brasil.


Eça e a famosa estatueta

Nos derradeiros anos do século transacto, tive a oportunidade de conhecer e entrevistar, D. Emília Eça de Queiroz.


Roda de histórias

Meu avô paterno, Seu Dito, era um bom contador de histórias. Contava com a mesma ênfase, fatos e ficções.


Infodemia: a pandemia de desinformação

Todos os dias em nossos smartphones, computadores e TVs, temos uma verdadeira chuva de informações, e nem sempre é possível conferir a veracidade delas.


O problema não é a Cloroquina

Estamos diante de uma doença ameaçadora, nunca antes vivida por nossa geração.


Liderança: Arte e Ciência

O que faz uma pessoa aceitar e reconhecer a liderança de outra?


Reflexões éticas em tempos de Coronavírus

Atualmente, vivemos num cenário de turbulências e preocupações com os impactos sociais e econômicos atuais que virão em decorrência da pandemia do vírus Covid-19.


O direito de ser pedra e o direito de ser vidraça em tempos de pandemia

O pior nessa história toda, desse período de pandemia da Covid-19, tem sido a guerra violenta de versões apresentadas sobre o problema.


O oxigênio da vida

Eles moravam em um dos bairros mais violentos de São Paulo. Estavam perto dos 20 anos. Eram três amigos de infância.


Um vazio de lideranças

Qual o paradeiro dos líderes? Eles possivelmente estão por perto, mas nós não os enxergamos.


O Brasil deve um almoço a Roberto Jefferson

A esquerda diz temer pela Democracia em razão de alguns pronunciamentos do Presidente Bolsonaro.


No tempo da pandemia

Nesta época de quarentena, assisti, pela rádio, à transmissão de cerimónia religiosa: missa.