Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Profissionais autônomos também vendem?

Profissionais autônomos também vendem?

06/07/2016 Jaques Grinberg

Um dos principais segredos para o sucesso ou fracasso de uma empresa são as estratégias de vendas.

Ter um bom produto ou serviço é fundamental, mas ter e não vender é um fracasso. E os profissionais autônomos também precisam vender seus serviços? Sim, é questão de sobrevivência.

E quando falamos em vendas, não é anunciar nas rádios, televisão ou revistas. Mas sim divulgar os seus diferenciais competitivos, fidelizando seus clientes e prospectando novos.

Muitas classes, como advogado e psicólogo possuem regras e proibições para divulgação dos seus serviços, é preciso conhecer o que pode e o que não pode fazer. E para quem acredita que não sabe vender, observe que a cada instante você está vendendo.

O pai precisa vender as suas ideias para os filhos, os filhos vendem suas ideias para os amigos, o chefe para os seus funcionários e os funcionários para os seus chefes. Tudo é venda!

Algumas técnicas são importante e o coaching de vendas é uma ferramenta poderosa. O coaching é um processo que traz resultados rápidos e tem como base perguntas. Em vendas chamamos de perguntas que vendem.

Com perguntas que vendem você poderá fidelizar seus clientes e aumentar o número de indicações, captando novos clientes como consequência. Uma das dicas importantes para fidelizar clientes são mensagens.

Veja alguns motivos para enviá-las:

1º Aniversário: lembramos dos nossos clientes na Páscoa e no Natal, mas esquecemos do dia mais importante, do aniversário deles. Todos os dias, até às 08h15, envie mensagens de parabéns para os aniversariantes do dia. Seja um dos primeiros a desejar felicidades, faça diferente para fazer a diferença!

2º Para dentistas, advogados e outros profissionais, lembre os seus clientes da consulta ou reunião enviando uma mensagem um dia antes e recomendando um estacionamento próprio ou lembrando-os que existe estacionamento no prédio. Confirme o endereço e o seu telefone para contato caso haja algum imprevisto.

3º Necessidades: por exemplo, um consultório dentário que tem clientes com mais de seis meses que fizeram higiene bucal. Enviar uma mensagem lembrando que é recomendado uma limpeza a cada 180 dias e que a última vez faz mais de seis meses. Para advogados, lembrar os clientes de audiências, com local e horário, e ainda pedir para não esquecer de um documento válido com foto.

Para reflexão, qual foi o último livro que você profissional autônomo leu sobre vendas, atendimento e negociações? Qual foi a última palestra que participou ou a última vez que digitou no Google “como oferecer um atendimento gourmet”? Pense nisso! Para fazer a diferença, é preciso fazer diferente!

* Jaques Grinberg é empreendedor, coach, palestrante, consultor e sócio em quatro empresas.



A desconstrução do mundo

Quando saí do Brasil para morar no exterior, eu sabia que muita coisa iria mudar: mais uma língua, outros costumes, novas paisagens.

Autor: João Filipe da Mata


Por nova (e justa) distribuição tributária

Do bolo dos impostos arrecadados no País, 68% vão para a União, 24% para os Estados e apenas 18% para os municípios.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Um debate desastroso e a dúvida Biden

Com a proximidade das eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para novembro deste ano, realizou-se, na última semana, o primeiro debate entre os pleiteantes de 2024 à Casa Branca: Donald Trump e Joe Biden.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Aquiles e seu calcanhar

O mito do herói grego Aquiles adentrou nosso imaginário e nossa nomenclatura médica: o tendão que se insere em nosso calcanhar foi chamado de tendão de Aquiles em homenagem a esse herói.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Falta aos brasileiros a sede de verdade

Sigmund Freud (1856-1939), o famoso psicanalista austríaco, escreveu: “As massas nunca tiveram sede de verdade. Elas querem ilusões e nem sabem viver sem elas”.

Autor: Samuel Hanan


Uma batalha política como a de Caim e Abel

Em meio ao turbilhão global, o caos e a desordem só aumentam, e o Juiz Universal está preparando o lançamento da grande colheita da humanidade.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


De olho na alta e/ou criação de impostos

Trava-se, no Congresso Nacional, a grande batalha tributária, embutida na reforma que realinhou, deu nova nomenclatura aos impostos e agora busca enquadrar os produtos ao apetite do fisco e do governo.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Pronto Atendimento e o desafio do acolhimento na saúde

O trabalho dentro de um hospital é complexo devido a diversas camadas de atendimento que são necessárias para abranger as necessidades de todos os pacientes.

Autor: José Arthur Brasil


Como melhorar a segurança na movimentação de cargas na construção civil?

O setor da construção civil é um dos mais importantes para a economia do país e tem impacto direto na geração de empregos.

Autor: Fernando Fuertes


As restrições eleitorais contra uso da máquina pública

Estamos em contagem regressiva. As eleições municipais de 2024 ocorrerão no dia 6 de outubro, em todas as cidades do país.

Autor: Wilson Pedroso


Filosofia na calçada

As cidades do interior de Minas, e penso que de outros estados também, nos proporcionam oportunidades de conviver com as pessoas em muitas situações comuns que, no entanto, revelam suas características e personalidades.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


Onde começam os juros abusivos?

A imagem do brasileiro se sustenta em valores positivos, mas, infelizmente, também negativos.

Autor: Matheus Bessa