Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Que ingratidão…

Que ingratidão…

16/10/2021 Humberto Pinho da Silva

Durante o tempo que fui redactor de jornal local, realizei numerosas entrevistas a figuras públicas: industriais, grandes proprietários, políticos, artistas…

Durante a conversa, perguntei, também, a alguns milionários, como conseguiram obter os avultados bens.

Grande parte, informaram-me: que na realidade, o mérito – se havia mérito nisso, – era devido aos avós, que começando do nada, com sacrifícios e privações, acumularam as enormes fortunas.

Mas, ao interrogá-los como começou: a fábrica, a indústria, a casa agrícola, e o nome dos avós, a maioria respondiam-me de olhos vagos:

- "É uma boa pergunta! Sabe? Nunca tive o cuidado de saber. Vou tentar informar-me, para lhe dar os dados que precisa." Directora de importante instituição, a quem fui recolher elementos para a biografia do tio.

Benemérito, que fez fortuna na América, e, como não tivesse descendentes, tudo deixou para criarem a fundação, olhou-me espantada, e apontando com o indicador direito, o solene retrato, ricamente emoldurado, pendente na parede do salão nobre, limitou-se a dizer:

- "Meu tio…"

Nada mais conhecia, que o retrato, mesmo sendo a responsável… Envergonhada, sorrindo, disse-me que ia investigar…

Outra senhora, sobrinha de ricaço, cujo pai herdara do irmão incomensurável fortuna, pouco conhecia desse tio, nem foto tinha. Se quis ilustrar o texto, tive que fotografar a lápide, que estava no cemitério!… 

Certa ocasião entrevistei figura conhecida, para publicar curta biografia do pai. Recebeu-me, amavelmente, no luxuoso gabinete, lamentando não poder ser-me útil, porque do pai, só conhecia o nome e pouco mais… 

Argumentou, que em criança, o paizinho, contava curiosas peripécias ocorridas na infância, mas nunca prestara atenção. Não lhe interessavas saber velharias… 

Admirava-me, de início, que não soubessem curiosidades dos ascendentes (pais e avós,) mas conclui estupefacto: estavam mais interessados nos bens que herdaram, que lhes permite, viverem folgadamente, que nos pais e avós… 

Pura ingratidão!…

* Humberto Pinho da Silva

Para mais informações sobre ascendentes clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!



A primeira romaria do ano em Portugal

A 10 de Janeiro – ou domingo mais próximo dessa data, dia do falecimento de S. Gonçalo, realiza-se festa rija em Vila Nova de Gaia.


Medicina Preventiva x Medicina Curativa

A medicina curativa domina o setor de saúde e farmacêutico. Mas existe outro tipo de cuidado em crescimento, chamado de Medicina Personalizada.


A importância da inovação em programas de treinamento e desenvolvimento

O desenvolvimento de pessoas em um ambiente corporativo é um grande desafio para gestores de recursos humanos, principalmente para os que buscam o melhor aproveitamento das habilidades de um time através do autoconhecimento.


Por que o 13º salário gera “confiança” nos brasileiros?

O fim do ano está chegando, mas antes de pensar no Natal as pessoas já estão de olho no 13º salário.


O gênero “neutro” ou a “neutralização” de gênero

Tenho visto algumas matérias sobre a “neutralização” do gênero na língua portuguesa, no Brasil, algumas contra e algumas a favor. Digo no Brasil, porque em Portugal não vejo isto.


O poder da gentileza

O mês de novembro traz uma comemoração muito especial e essencial para estes tempos pandêmicos e de tanta polarização política: o Dia da Gentileza.


Branco no preto

As pessoas pretas no Brasil vivem pior do que as pessoas brancas, independentemente de qualquer situação.


Politicamente Correto, Liberdade de Expressão e Dignidade Humana

Estamos vivenciando, há tempos, a dicotomia de opiniões, a divisão clássica na qual a forma de expressar, de pensar, contém apenas lados antagônicos, separados que não podem convergir ou, ao menos, serem respeitados.


Prévia tucana, um tiro no escuro

Diferente das eleições primárias norte-americanas, onde os partidos Democrata e Republicano escolhem seus candidatos e definem a plataforma eleitoral, a prévia que o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) realizará neste domingo (21/11) está cercada de interrogações.


A imagem do Senhor Jesus de Santa Marinha de Vila Nova de Gaia

Nesta época pandémica, que parece não deixar de nos dizimar – dizem: por causa de novas variantes e à facilidade de movimentação, – é oportuno recordar como o povo de Deus se libertou de funestas calamidades, recorrendo à oração e à penitência.


Algoritmos e automação: a combinação certa para potencializar a vida na era digital

Há quinze anos, quem poderia imaginar que seria possível trabalhar, fazer compras, ter planos personalizados para treinos da academia e conseguir organizar investimentos em bolsas globais sem sair de casa?


Transformação digital: os desafios de um novo modelo

Com a chegada da Quarta Revolução Industrial, organizações dos mais diferentes portes e setores estão encarando obstáculos de toda ordem para lidar com as novas demandas do consumidor.