Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Sustentabilidade em ‘data center’: setor se molda para atender a novas necessidades

Sustentabilidade em ‘data center’: setor se molda para atender a novas necessidades

03/01/2022 Marcio Kenji Nakamura

Mesmo que a sustentabilidade ainda seja um tema relativamente novo no segmento de data center, ele tem se tornado cada vez mais necessário para as empresas que querem agregar valor ao seu negócio.

O crescimento comercial que se ganha ao implementar ações e tecnologias sustentáveis vai muito além de uma estratégia de marketing.

As companhias que, de fato, inserem esse tópico no planejamento passam a ter mais relevância no mercado e em toda a cadeia de consumidores.

De acordo com a pesquisa da Arizton Advisory & Intelligence, o mercado de infraestrutura de servidores na América Latina tem apresentado forte crescimento nos últimos anos. Só na região é esperado que o segmento atinja a receita de US$ 7,8 bilhões até 2026.

No entanto, embora exista uma abundância de energias renováveis na América Latina, principalmente eólica e solar, a adição de energias renováveis entre os data centers ainda é baixa.

O principal desafio para as empresas do segmento, hoje, é a utilização do hexafluoreto de enxofre de gás, mais conhecido como SF6.

Muito usado em painéis de distribuição de média tensão (MV), ele possui impacto significativo no aquecimento global, pois é o único e mais forte gás de efeito estufa – estima-se que permaneça na atmosfera por 3.200 anos.

Para o setor, ele se torna um obstáculo, porque possui propriedades que o tornam muito adequado para a interrupção e o isolamento de corrente elétrica, o que fazia dele um elemento-chave em diferentes projetos.

Mas, com a conscientização do mercado – hoje, há mais fundos de investimento disponíveis para empresas que estão mitigando seu impacto ambiental e ampliando seus compromissos ESG –, o segmento se vê às voltas com essa nova necessidade.

Com isso, atrelar a sustentabilidade ao data center traz diversas vantagens competitivas. Atualmente, quem aluga espaço em seus data centers está solicitando compromissos de sustentabilidade nos contratos.

Os locatários passaram, por exemplo, a procurar por fornecedores que estão reduzindo as emissões de gases de efeito estufa (GEE) por meio de Contratos de Compra de Energia (PPAs) para energias renováveis e fontes alternativas de combustível.

Além disso, pedem programas de economia circular, como reciclagem de peças e baterias, que garantem a redução do desperdício e a reutilização de materiais.

Portanto, o mercado tem pedido cada vez mais para as empresas saírem do comodismo – principalmente se o que vem sendo utilizado agride o meio ambiente ou a dinâmica social de onde está inserido.

A responsabilidade pela diminuição da descarbonização e o comprometimento em diminuir os impactos nas mudanças climáticas já estão fazendo parte da realidade das empresas e com o segmento de data centers isso não é diferente.

* Marcio Kenji Nakamura é Cloud & Service Provider SAM Segment Leader.

Para mais informações sobre sustentabilidade clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: RPMA Comunicação



Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.


Sociedade civil e a defesa da democracia

As últimas aparições e discursos do presidente da República vêm provocando uma nova onda de empresários, instituições e figuras públicas em defesa da democracia e do sistema eleitoral no Brasil.


Para além do juramento de Hipócrates: a ética na prática médica

“Passarei a minha vida e praticarei a minha arte pura e santamente. Em quantas casas entrar, fá-lo-ei só para a utilidade dos doentes, abstendo-me de todo o mal voluntário e de toda voluntária maleficência e de qualquer outra ação corruptora, tanto em relação a mulheres quanto a jovens.” (Juramento de Hipócrates).


O sentido da educação

A educação requer uma formação pessoal, capaz de fazer cada ser humano estar aberto à vida, procurando compreender o seu significado, especialmente na relação com o próximo.


Burnout: um diagnóstico impossível

Inicialmente, preciso dizer que ao apresentar minhas opiniões sobre burnout não estou questionando o sofrimento alheio, nem colocando em dúvida que pessoas que tenham recebido o “diagnóstico” de burnout não estejam em sofrimento, eventualmente grave.


Mercado de equipamentos médicos brasileiro é promissor

Preço, qualidade e eficácia. Esses são alguns pilares fundamentais para que qualquer produto receba destaque no mercado.


Saúde não tem preço. Mas tem custo

A água de boa qualidade é como a saúde. Só percebemos o valor dela quando acaba.


Aprender a aprender

Uma querida amiga que esteve na linha de frente da Covid contou um divertimento algo sádico como os negacionistas e anti vacinas, que chegavam no hospital batendo no peito e berrando que não tinham medo do tal do Coronavírus, até começarem os primeiros sinais de febre ou de falta de ar.


Trabalho e Inclusão

O trabalho é um direito das pessoas, em especial daquelas com deficiência, já que o seu exercício possibilita a concretização das capacidades individuais e, assim, das dignidades coletivas e sociais.


Como o estilo de vida do século 21 transforma a saúde e a fertilidade

A fertilidade feminina pode ser alterada por diversos fatores. Nem sempre conhecidos, muitas mulheres acabam tendo dificuldade em engravidar.