Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Você saiu da faculdade cheio de sonhos e conhecimento

Você saiu da faculdade cheio de sonhos e conhecimento

21/07/2018 Celso Braga

Mas e as competências?

Os estudantes hoje precisam estar mais atentos ao mundo que os cerca de tal modo que percebam que o conhecimento teórico não corresponde à realidade prática do mundo do trabalho. Habilidades para se relacionar, de liderança, de ver de forma mais ampla o que o cerca são fundamentais nas organizações.

Será que, como estudante, aprendeu essas competências? Algumas universidades estão olhando para esse cenário e já adaptaram seus cursos para se relacionar com o mundo real e outras continuam a transmitir conhecimento puro sem contato com a realidade.

Cada estudante tem de pensar em qual delas está e aproveitar ao máximo as experiências para se preparar para o futuro. Convivendo com grandes empresas há mais de 28 anos, percebo como os processos de contratação de estagiários mudaram.

No início, percebia que desejavam apenas aquele estudante que fizesse tarefas menores, menos qualificadas para que pudesse em mais ou menos três anos aprender os primeiros passos. Assim, os modos de seleção não eram tão rigorosos e ficavam por conta do nome da universidade como fator de escolha. Isso mudou muito.

O nome das universidades deixou de ser o critério fundamental e a capacidade de ligar teoria e prática virou o ponto central dos processos de seleção. Quem sabe colocar mais em prática tem mais chance. Porque os estagiários agora entram jogando o jogo mais diretamente, são dados a eles projetos importantes que precisam dar resultados rápidos.

Se tudo der certo, o estágio se transformará em um trabalho fixo rapidamente caso o estagiário demonstre competências rapidamente. O estágio deixou de ser o momento de aprendizado para ser o momento em que você já vai mostrar a que veio.

Você que está saindo da universidade vai precisar ser bom para utilizar seu conhecimento para transformar desejos em resultados quando entrar no mundo do trabalho.

* Celso Braga é Psicológico e Mestre em Educação, pós-graduado em Psicodrama Sócio Educacional pela ABPS.

Fonte: Comunicação Vertical



Bolsa vs Startups. Porque não os dois?

Vivemos um momento de grandes inovações e com os investimentos não é diferente.


Os pecados capitais da liderança

“Manda quem pode, obedece quem tem juízo.”


“Pensar Global, Agir local”: O poder do consumo consciente

A expressão “Pensar Global e Agir local” já é lema em muitas esferas de discussões políticas, econômicas, sobre sustentabilidade e solidariedade.


Vencido o primeiro desafio da LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) regulamenta o tratamento de dados de pessoas físicas nas suas mais variadas aplicações e ambientes.


Telemedicina, fortalecimento do SUS e um primeiro balanço da pandemia

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, alertou Camões. Todo o mundo é feito de mudanças.


Médico: uma profissão de risco

Estudar medicina é o sonho de muito estudantes, desde o cursinho o futuro médico se dedica a estudar para conseguir entrar no super concorrido curso de medicina.


Como a quarentena provocou o êxodo urbano para cidades que oferecem mais qualidade de vida

A pandemia e as medidas de isolamento social fizeram com que as pessoas precisassem adaptar a rotina de trabalho, estudos, lazer e até de saúde, trazendo estas atividades para dentro de casa.


A era do fogo chegou

Pantanal, um dos biomas com maior biodiversidade do mundo, já teve 16% de todo território queimando.


Autoconhecimento: uma regra de ouro da vida

Há quem os critique, há quem os ame; eles já me resgataram do fundo poço e lhes sou grata: os livros de autoajuda.


Você tem curso universitário?

Naquela macia manhã de domingo, fui com meu pai, à missa, na igreja de Santíssima Trindade.


Voto é interesse. Não é direito, nem dever…

A partir desta quarta-feira (16), os mais de 5600 municípios brasileiros já conhecem os homens e mulheres que pretendem governá-los ou ser vereadores entre 01/01/2021 e 31/12/2025.


7 tendências em Analytics que estão mudando a área financeira

Segundo a consultoria McKinsey, mais de 90% dos 50 principais bancos do mundo utilizam, de forma avançada, a tecnologia de análise de dados, também conhecida como Analytics.